Voltar

Meio Ambiente

Rondônia é um Estado que passou por um processo rápido de desmatamento e foi considerado um dos grandes desmatadores do Brasil. Hoje vem buscando alternativas para mudar este cenário visando um futuro sustentável. Ivo Jerônimo, diretor executivo da AFLORA - Associação Rondoniense dos Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas afirma que não tem coisa mais sustentável que plantar árvores. “Porque o mundo não prescindiu de madeira. desde a origem do homem, até os confins do futuro, a madeira vai estar sempre presente junto ao homem, como não se pode tirar floresta nativa, então, plantar árvores é fundamental”.

Durante a palestra realizada nesta terça feira 02, no espaço do produtor na 28ª Expovil Jerônimo explica que Rondônia tem uma vantagem muito grande na questão estratégica. Um estudo realizado pela Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, na fazenda Londrina aqui no município de Vilhena, comprovou que uma espécie de eucalipto clonado, com quatro anos de idade esta com produtividade acima da media nacional do eucalipto adulto. “Isso mostra que temos uma vantagem estratégica muito grande”. Comenta

Outro ponto abordado foi à questão da inclusão dos pequenos produtores rurais na silvicultura que, segundo Jerônimo, se dará através de apoio institucional do governo e da Aflora, pois sem este apoio, dificilmente participariam deste movimento. Para solucionar esta questão a Aflora esta promovendo palestras para difundir e levar informações ao pequeno produtor rural, mostrando a ele que é possível plantar árvores e criar bois na mesma área. “Não quer dizer que vamos falar para ele retirar o gado e plantar arvores, não, absolutamente, vamos mostrar que é possível continuar com a mesma quantidade de gado, e plantar um ou dois hectares de arvores e ainda assim ser altamente interessante financeiramente”.

Paulo Veit é cirurgião dentista e pecuarista, mora na região a mais de 35 anos, participou da palestra e ficou entusiasmado com a oportunidade de diversificar sua atividade. Para Veit, trata-se de um incentivo muito grande e propício para o desenvolvimento toda a região, uma saída estratégica para a população de Rondônia. “Na realidade somos pecuaristas, e nessa área, a gente tem muita disposição e vontade. Já ouvi muito sobre consórcio, e agora com esta palestra, elucidou bastante e me pareceu muito viável”. Finaliza Veit.

O produtor que esta interessado em plantar árvores, pode entrar em contato com a Arflora pelo site www.arflora.org.br e pelos telefones que constam nas cartilhas que estão sendo distribuídas no estande. “A nossa equipe estará à disposição para prestar qualquer esclarecimento necessário para que as pessoas possam se animar e entrar neste negócio e ganhar muito dinheiro”. Finaliza Jerônimo.

03/07/2013

Rondônia é um Estado que passou por um processo rápido de desmatamento e foi considerado um dos grandes desmatadores do Brasil. Hoje vem buscando alternativas para mudar este cenário visando um futuro sustentável. Ivo Jerônimo, diretor executivo da AFLORA - Associação Rondoniense dos Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas afirma que não tem coisa mais sustentável que plantar árvores. “Porque o mundo não prescindiu de madeira. desde a origem do homem, até os confins do futuro, a madeira vai estar sempre presente junto ao homem, como não se pode tirar floresta nativa, então, plantar árvores é fundamental”.

Durante a palestra realizada nesta terça feira 02, no espaço do produtor na 28ª Expovil Jerônimo explica que Rondônia tem uma vantagem muito grande na questão estratégica. Um estudo realizado pela Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, na fazenda Londrina aqui no município de Vilhena, comprovou que uma espécie de eucalipto clonado, com quatro anos de idade esta com produtividade acima da media nacional do eucalipto adulto. “Isso mostra que temos uma vantagem estratégica muito grande”. Comenta

Outro ponto abordado foi à questão da inclusão dos pequenos produtores rurais na silvicultura que, segundo Jerônimo, se dará através de apoio institucional do governo e da Aflora, pois sem este apoio, dificilmente participariam deste movimento. Para solucionar esta questão a Aflora esta promovendo palestras para difundir e levar informações ao pequeno produtor rural, mostrando a ele que é possível plantar árvores e criar bois na mesma área. “Não quer dizer que vamos falar para ele retirar o gado e plantar arvores, não, absolutamente, vamos mostrar que é possível continuar com a mesma quantidade de gado, e plantar um ou dois hectares de arvores e ainda assim ser altamente interessante financeiramente”.

Paulo Veit é cirurgião dentista e pecuarista, mora na região a mais de 35 anos, participou da palestra e ficou entusiasmado com a oportunidade de diversificar sua atividade. Para Veit, trata-se de um incentivo muito grande e propício para o desenvolvimento toda a região, uma saída estratégica para a população de Rondônia. “Na realidade somos pecuaristas, e nessa área, a gente tem muita disposição e vontade. Já ouvi muito sobre consórcio, e agora com esta palestra, elucidou bastante e me pareceu muito viável”. Finaliza Veit.

O produtor que esta interessado em plantar árvores, pode entrar em contato com a Arflora pelo site www.arflora.org.br e pelos telefones que constam nas cartilhas que estão sendo distribuídas no estande. “A nossa equipe estará à disposição para prestar qualquer esclarecimento necessário para que as pessoas possam se animar e entrar neste negócio e ganhar muito dinheiro”. Finaliza Jerônimo.