Voltar

Agricultura

A Companhia de Mineração de Rondônia (CMR), começo a comercializar o calcário 100 por cento rondoniense. A nova fábrica da mineração é capaz de produzir 400 mil toneladas de calcário por ano de melhor qualidade. Anostras analisadas apresentaram 86 por cento de Poder Relativo de Neutralização Total (PRNT).  As Vendas serão realizadas pela própria CMR diretamente aos produtores rurais interessados.

Os produtores interessados em adquirir o calcário poderão entrar em contato  diretamente com a CMR pelos telefones 69 9933 3673 em Espigão do Oeste e o 69 3216 5177 em Porto Velho. Segundo o diretor presidente da CMR,  Moisés de Almeida Góes,  "as vendas estão abertas a todos os produtores rurais do estado de Rondônia, o custo da tonelada é de R$ 40,00 reais na industria, sendo o transporte por conta do produtor. Neste inicio estaremos dando prioridade no carregamento aos pequenos rurais, associações e cooperativas", explicou Góes.

O secretario da secretaria do Estado da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri), Evandro Padovani, enfatizou que a agropecuária do estado irá ter um avanço com economia. " Antes o produtor rural que quisesse comprar calcário tinha que importar do Mato Grosso, hoje adquire este produto dentro do estado com a mesma qualidade e com maior economia. A produção do estado com a utilização do calcário irá ter novas proporções".      

Galeria de Fotos

08/08/2014

A Companhia de Mineração de Rondônia (CMR), começo a comercializar o calcário 100 por cento rondoniense. A nova fábrica da mineração é capaz de produzir 400 mil toneladas de calcário por ano de melhor qualidade. Anostras analisadas apresentaram 86 por cento de Poder Relativo de Neutralização Total (PRNT).  As Vendas serão realizadas pela própria CMR diretamente aos produtores rurais interessados.

Os produtores interessados em adquirir o calcário poderão entrar em contato  diretamente com a CMR pelos telefones 69 9933 3673 em Espigão do Oeste e o 69 3216 5177 em Porto Velho. Segundo o diretor presidente da CMR,  Moisés de Almeida Góes,  "as vendas estão abertas a todos os produtores rurais do estado de Rondônia, o custo da tonelada é de R$ 40,00 reais na industria, sendo o transporte por conta do produtor. Neste inicio estaremos dando prioridade no carregamento aos pequenos rurais, associações e cooperativas", explicou Góes.

O secretario da secretaria do Estado da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri), Evandro Padovani, enfatizou que a agropecuária do estado irá ter um avanço com economia. " Antes o produtor rural que quisesse comprar calcário tinha que importar do Mato Grosso, hoje adquire este produto dentro do estado com a mesma qualidade e com maior economia. A produção do estado com a utilização do calcário irá ter novas proporções".