Embrapa Acre tem novo chefe-geral

Voltar

Setor

“O desafio maior da Embrapa no Acre é contribuir para a diversificação de uso nas áreas abertas e propiciar redução do desmatamento e valorização da floresta, garantindo provisão de serviços ambientais e redução de emissões de gases de efeito estufa”, disse o novo chefe-geral da Embrapa Acre, Eufran Ferreira do Amaral, que tomou posse na nesta sexta-feira, na sede da Unidade, em Rio Branco (AC).  
 
Para o presidente da Embrapa, Maurício Lopes, o Brasil é considerado como uma das fronteiras de expansão da agricultura e por isso o trabalho com pesquisa agropecuária na Amazônia é desafiador. “Promover a produção de alimentos e respeitar esse espaço complexo requer muito trabalho em inovação. Essa Unidade da Embrapa e o Estado do Acre se tornaram referência nesse aspecto. Com parcerias, cooperação e sinergia, nós temos que continuar nessa trajetória e a experiência do novo chefe-geral o preparou para isso”.
 
Amaral, que já é pesquisador da Embrapa e estava cedido para o Governo do Estado, ocupará o cargo por três anos, em substituição ao pesquisador Judson Valentim, que atuou como chefe-geral da Embrapa Acre desde 2008. De acordo com Valentim, esse período em que esteve a frente da Embrapa Acre foi um momento especial de renovação e revitalização da instituição devido ao PAC Embrapa. “Nesses cinco anos, conseguimos ampliar em 20% o nosso quadro de pessoal.  Em 2012, cerca de 40% dos benefícios econômicos, sociais e ambientais reportados no Balanço Social da Embrapa na Amazônia Legal foram fruto da ação direta da Embrapa Acre”, afirmou.
 
 A solenidade, realizada no meio das seringueiras, contou com presença do vice-governador César Messias, de diversas autoridades, representantes de instituições parceiras da Embrapa, produtores rurais e colaboradores da Embrapa. O coral da Assembleia Legislativa do Acre cantou o Hino Nacional e o Hino Acreano.

Texto: Priscila Viudes (Mtb 030/MS) 

Fonte: Embrapa Acre

Embrapa Acre tem novo chefe-geral

28/08/2013

“O desafio maior da Embrapa no Acre é contribuir para a diversificação de uso nas áreas abertas e propiciar redução do desmatamento e valorização da floresta, garantindo provisão de serviços ambientais e redução de emissões de gases de efeito estufa”, disse o novo chefe-geral da Embrapa Acre, Eufran Ferreira do Amaral, que tomou posse na nesta sexta-feira, na sede da Unidade, em Rio Branco (AC).  
 
Para o presidente da Embrapa, Maurício Lopes, o Brasil é considerado como uma das fronteiras de expansão da agricultura e por isso o trabalho com pesquisa agropecuária na Amazônia é desafiador. “Promover a produção de alimentos e respeitar esse espaço complexo requer muito trabalho em inovação. Essa Unidade da Embrapa e o Estado do Acre se tornaram referência nesse aspecto. Com parcerias, cooperação e sinergia, nós temos que continuar nessa trajetória e a experiência do novo chefe-geral o preparou para isso”.
 
Amaral, que já é pesquisador da Embrapa e estava cedido para o Governo do Estado, ocupará o cargo por três anos, em substituição ao pesquisador Judson Valentim, que atuou como chefe-geral da Embrapa Acre desde 2008. De acordo com Valentim, esse período em que esteve a frente da Embrapa Acre foi um momento especial de renovação e revitalização da instituição devido ao PAC Embrapa. “Nesses cinco anos, conseguimos ampliar em 20% o nosso quadro de pessoal.  Em 2012, cerca de 40% dos benefícios econômicos, sociais e ambientais reportados no Balanço Social da Embrapa na Amazônia Legal foram fruto da ação direta da Embrapa Acre”, afirmou.
 
 A solenidade, realizada no meio das seringueiras, contou com presença do vice-governador César Messias, de diversas autoridades, representantes de instituições parceiras da Embrapa, produtores rurais e colaboradores da Embrapa. O coral da Assembleia Legislativa do Acre cantou o Hino Nacional e o Hino Acreano.

Texto: Priscila Viudes (Mtb 030/MS)