Voltar

Agricultura

Produtores rurais do quilometro 15 da linha conhecida por Veado Preto, localizada no entroncamento da rodovia 435 Vilhena- Colorado, próximo a agrovila Renascer, pedem auxilio para recuperação das estradas vicinais da região.” Estamos no auge da colheita do milho, precisamos escoar nossa produção e trazer o calcário, mas as estradas estão em péssimas condições de conservação" enfatizou o produtor rural Antonio Ronsoni.

Aldrin Evaldo Cieslak, encarregado geral na fazenda Santa Lucia, disse que terão que transportar 84 carretas de calcário pelos 29 quilômetros da estrada, segundo ele, as poucas carretas que chegam à fazenda só o fazem porque são puxadas pelos tratores. “Hoje, estamos com 36 funcionários e só não temos mais por causa da falta de transporte escolar para seus filhos estudarem".

O motorista de carreta, Reinaldo Mata Velha, 55, que faz o transporte do calcário pela estrada enfatizou a questão da falta de manutenção da via. “As péssimas condições da estrada aumentam o desgaste do veiculo, o grande problema é a areia, a estrada teria que ser cascalhada. Sem o trator não conseguiríamos passar, agora imagine, temos que fazer mais de 80 viagens".

Promessa

O prefeito municipal de Vilhena, José Rover, esteve terça-feira 15, em Porto Velho, onde firmou parceria com o governo do Estado através da Secretaria do Estado da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (SEAGRI), para recuperação dos trechos de maior dificuldade de trafego. "Irei disponibilizar uma motoniveladora e óleo diesel assim, em um curto período de tempo teremos a via trafegável", prometeu Rover.

O secretário da SEAGRI, Evandro Padovani, salientou que esta parceria será benéfica aos produtores rurais e ao município. “iremos disponibilizar maquinário e pessoal para rebaixar as serras e carregar o cascalho, juntos traremos melhores condições de vida ao produtor rural da região".

O jeito agora é aguardar as obras e torcer para que sejam realizadas com urgência, porque a necessidade é iminente.

Galeria de Fotos

19/07/2014

Produtores rurais do quilometro 15 da linha conhecida por Veado Preto, localizada no entroncamento da rodovia 435 Vilhena- Colorado, próximo a agrovila Renascer, pedem auxilio para recuperação das estradas vicinais da região.” Estamos no auge da colheita do milho, precisamos escoar nossa produção e trazer o calcário, mas as estradas estão em péssimas condições de conservação" enfatizou o produtor rural Antonio Ronsoni.

Aldrin Evaldo Cieslak, encarregado geral na fazenda Santa Lucia, disse que terão que transportar 84 carretas de calcário pelos 29 quilômetros da estrada, segundo ele, as poucas carretas que chegam à fazenda só o fazem porque são puxadas pelos tratores. “Hoje, estamos com 36 funcionários e só não temos mais por causa da falta de transporte escolar para seus filhos estudarem".

O motorista de carreta, Reinaldo Mata Velha, 55, que faz o transporte do calcário pela estrada enfatizou a questão da falta de manutenção da via. “As péssimas condições da estrada aumentam o desgaste do veiculo, o grande problema é a areia, a estrada teria que ser cascalhada. Sem o trator não conseguiríamos passar, agora imagine, temos que fazer mais de 80 viagens".

Promessa

O prefeito municipal de Vilhena, José Rover, esteve terça-feira 15, em Porto Velho, onde firmou parceria com o governo do Estado através da Secretaria do Estado da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (SEAGRI), para recuperação dos trechos de maior dificuldade de trafego. "Irei disponibilizar uma motoniveladora e óleo diesel assim, em um curto período de tempo teremos a via trafegável", prometeu Rover.

O secretário da SEAGRI, Evandro Padovani, salientou que esta parceria será benéfica aos produtores rurais e ao município. “iremos disponibilizar maquinário e pessoal para rebaixar as serras e carregar o cascalho, juntos traremos melhores condições de vida ao produtor rural da região".

O jeito agora é aguardar as obras e torcer para que sejam realizadas com urgência, porque a necessidade é iminente.